Textual description of firstImageUrl

Queimada Grande - A Ilha das Cobras, no Brasil.



Uma das ilhas mais perigosas do mundo, a Ilha das Cobras, no Brasil é onde você pode ter um encontro com a morte a cada passo.

O Brasil é um país com um dos lugares mais bonitos do mundo, com milhares de turistas passando por aqui todos os anos. Nosso país também é conhecido por suas florestas tropicais e turismo cultural, sendo um dos principais destinos para turistas, tendo o  Rio de Janeiro e São Paulo como os estados mais visitados.


Se você está interessado em fazer uma viagem no exterior e decidiu escolher o Brasil, estes são dois dos melhores lugares para aproveitar suas viagens, especialmente se você gosta de  lugares com maravilhas naturais intactas pela humanidade, como as florestas tropicais ou as ilhas desabitadas nas águas de nosso litoral.

O que é a Ilha das Cobras?


Um lugar virtualmente intocado pela humanidade depois de todo esse tempo é uma ilha a 21 milhas da costa do estado de São Paulo chamada Ilha da Queimada Grande, mais conhecida como a infame Ilha das Cobras. A Ilha das Cobras é uma pequena ilha de cerca de 110 hectares que abriga mais de 430 mil cobras. Dizem que a ilha era ligada ao continente, mas devido ao aumento do nível do mar, a ilha foi desconectada do continente, permitindo que várias espécies de cobras evoluíssem.


Estas cobras incluem uma série de espécies venenosas entre 2.000 e 4.000 sendo o Bothrops Isnsularis altamente venenosa, vulgarmente conhecido como Jararaca-Ilhoa. Esta cobra é dita ser uma das serpentes mais venenosas existentes hoje com o seu veneno 4 ou 5 vezes mais mortal do que as irmãs do continente. Este veneno altamente fatal é capaz de derreter a pele e carne humana.

A Víbora Jararaca-Ilhoa


Bothrops Isnsularis ou Jararaca-Ilhoa é uma espécie de serpente venenosa que só é encontrada na Ilha das Cobras, com a sua face sendo de cor amarelada clara (dourada). Sua cabeça, que lembra uma ponta de lança, é distintivo de todas as espécies Bothrops e pode crescer até um comprimento máximo de 1,5 metros. Infelizmente, devido à baixa população e outros fatores, esta espécie de cobra foi listada como Criticamente em Perigo pela UICN. O número de mortes em seres humanos desta cobra é de uma taxa de mortalidade de 3% com tratamento e 7% sem o veneno, capaz de derreter carne e tecido por contém uma neurotoxina mortal que mata rapidamente.

O que torna a Ilha das Cobras tão perigosa?


Se você calcular o número de cobras venenosas na ilha ao tamanho da ilha, você obtém uma densidade demográfica de uma cobra por metro quadrado. Isso significa que, se você entrar nesta ilha, você estará a poucos metros de distância da morte em todos os momentos. A Ilha das Cobras não é um lugar que você vai querer visitar ou até mesmo é permitido visitar porque o governo brasileiro proibiu civis de entrarem na ilha por causa dos riscos envolvidos. As únicas exceções a este pedido incluem pessoal da Marinha que visita a ilha para manter o farol automatizado e pesquisadores, que estudam o diversificado ecossistema.


Enquanto o Brasil é um ótimo lugar para se visitar e se divertir, quer você ame ou odeie cobras, a Ilha das Cobras é um lugar onde você deve manter distância entro os locais da América do Sul.

Compartilhe no Google Plus


Sobre Luciana Costa

Blogueira, escritora e life coach. Autodidata aplicada, amo psicologia e filosofia. Gosto de mistérios e curiosidades em geral. Esse blog é parte do que mais gosto de descobrir: os mistérios do mundo.

0 comentários:

Postar um comentário