Textual description of firstImageUrl

O Mistério de Outro Triângulo Semelhante às Bermudas



Desaparecimentos iguais ao do Triângulo das Bermudas acontecem nesse lago em Michigan. Conheça a história desse mistério.

Além do Triângulo das Bermudas, existem muitos outros lugares misteriosos no mundo que testemunharam desaparecimentos de aviões e navios. O Triângulo do Lago Michigan é um desses locais. Muitas histórias foram contadas sobre o Triângulo de Michigan, sobre os desaparecimentos de aviões e embarcações do mar, avistamentos de OVNIs, aparências de criaturas estranhas e nenhuma explicação é encontrada para qualquer uma das histórias.



O Triângulo de Michigan está no meio do Lago Michigan entre Ludington e Benton Harbor, Michigan em Manitowoc, Wisconsin. Muitas histórias que ocorreram lá fizeram as pessoas acreditarem que o lago é um local de acontecimentos sobrenaturais.

Triângulo do Lago Michigan

As histórias começaram em 1891. No dia 21 de maio, uma escuna chamada Thomas Hume desapareceu junto com seus sete marinheiros enquanto navegava de Chicago para Muskegon. O lago foi completamente vasculhado, mas nem mesmo uma vela ou um pedaço de madeira do barco foi encontrado. O desaparecimento ainda é um mistério.



Mais tarde, em 1921, onze pessoas dentro do navio Rosa Belle desapareceram. Todas as pessoas desaparecidas eram membros da House of Davi de Benton Harbor. O navio foi encontrado virado e flutuando no lago Michigan. Parecia que o navio colidiu com outro navio. Nenhum outro navio  relatou colisão e nenhum outro destroço foi encontrado. O mistério de Rosa Belle nunca foi resolvido.

Desaparecimento do capitão Donner

Em 28 de abril de 1937, o Capitão George R. Donner, do O.M. McFarland, desapareceu misteriosamente de seu navio quando estava passando pelo Triângulo.

O capitão Donner ia para Port Washington, Wisconsin, de Erie, Pensilvânia. No caminho havia o Triângulo de Michigan. De acordo com o a história, Donner estava cansado e foi a sua cabiene para uma soneca, dizendo ao seu segundo auxiliar que o acordasse ao chegar ao seu destino. Depois de algumas horas, quando o segundo auxiliar foi procurar Donner, ele não estava na cabine. A porta da cabine estava trancada por dentro. Os outros marinheiros procuraram no navio, em todos os lugares, mas Donner nunca foi encontrado. Dizem que, no momento em que Donner sumiu, o navio estava viajando perto do ponto médio do Triângulo de Michigan.

Desaparecimento do voo 2501

No dia 23 de junho de 1950, o vôo 2501 da Northwestern Airlines decolou de Nova York com 3 tripulantes e 55 passageiros para Minneapolis. Robert C. Lind, um piloto experiente estava pilotando o avião. Mais tarde, naquela noite, por causa do mau tempo, quando o vôo estava perto de Chicago, mudou seu caminho para a direção noroeste em cima do Lago Michigan. A partir daí, o avião desapareceu com seus 58 passageiros. Dizem que, à meia-noite, Lind pediu permissão para diminuir a altitude de 3500 pés a 2500 pés. Seu pedido não foi aceito e esta foi a última comunicação que o voo havia feito. O avião estava voando sobre o lago quando desapareceu.



Nenhum resíduo foi recuperado apesar do uso de sonar e mergulhadores. As histórias sobre os destroços encontrados são diferentes do original e da fonte. Alguns dizem que nada foi encontrado, alguns dizem que um cobertor contendo o logotipo do avião foi encontrado. Estava claro que o avião tinha caído no lago. A razão do acidente ainda é um mistério.

Stonehenge no fundo do lago Michigan


Ao examinar as águas do lago Michigan para buscar naufrágios de navios, em 2007, Mark Holley, um arqueólogo subaquático, encontrou um misterioso padrão de pedras de 40 pés de profundidade no lago. Uma das rochas tinha uma escultura de mastodonte. (Mastodonte foi um parente distante do elefante, um animal extinto há mais de 10.000 anos). Esse círculo de rochas deve ter sido colocado pelo homem antigo antes da formação do lago. Surpreendentemente, a formação rochosa se assemelha ao Stonehenge encontrado na Europa.



Essas formações são citadas como o Stonehenge norte-americano e dizem que podem ser responsáveis ​​pelos desaparecimentos.

Aviões fantasmas

No ano de 2000, em 22 de maio, houve um relatório dos controladores de tráfego aéreo do Aeroporto Internacional O'Hare em Chicago, Illinois, que, nas últimas cinco semanas, viram imagens de aviões fantasmas em seus setores de radar, nos céus do Lago Triângulo de Michigan.



Os aviões fantasmas se tornaram um terror completo para os controladores de tráfego aéreo. Eles tiveram que pedir a muitos pilotos para darem voltas súbitas para evitar bater nos aviões que aparecem em seu radar e isso envolveu grandes riscos.

Sinais de UFO

Há muitas histórias de objetos voadores não identificados vistos perto do triângulo. O Triângulo de Michigan é considerado como um ótimo local de observações UFO. O último relatório foi em 29 de agosto de 2013. Uma testemunha viu muitos objetos desconhecidos movendo-se de maneira controlada.

Desaparecimentos de navios, aviões, OVNIs, aviões fantasmas, todas essas histórias inexplicadas tornam as águas profundas do lago Michigan um grande mistério.
Compartilhe no Google Plus


Sobre Luciana Costa

Blogueira, escritora e life coach. Autodidata aplicada, amo psicologia e filosofia. Gosto de mistérios e curiosidades em geral. Esse blog é parte do que mais gosto de descobrir: os mistérios do mundo.

0 comentários:

Postar um comentário