Textual description of firstImageUrl

A sepultura com Janela: O lugar de Descanso Final do Misterioso Dr. Timothy Clark Smith



Um túmulo com uma janela para garantir que o enterrado não fosse sepultado vivo. 

Graças a milhares de enterros acidentais durante os séculos XVIII e XIX, o taphephobia, ou o medo de ser enterrado vivo, foi uma fobia especialmente prominente neste período, tanto que muitas pessoas tiveram seus túmulos equipados com um sino para tocar, caso eles acordassem seis palmos abaixo da terra. Um homem, no entanto, levou seus medos para nível mais alto, e teve uma janela instalada em sua lápide que aponta diretamente para seu caixão - e você ainda pode iluminar uma lanterna e olhar em seu último lugar de descanso até hoje.



Com todos os nossos avanços modernos na ciência médica, o medo de ser enterrado vivo não é tão comum hoje como era no passado, mas naquela época, havia um bom motivo para se preocupar. Na década de 1800, não era incomum ouvir relatos de doentes ou moribundos que experimentassem um fenômeno que se tornou conhecido como Síndrome de Lazarus, que é descrito como "o retorno espontâneo da circulação após tentativas falhas de ressuscitação". Os caixões exumados, muitas vezes, continham marcas de raspões profundas no interior de suas tampas, cadáveres torcidos de medo e outros sinais reveladores de que alguém havia acordado no subsolo.

Timothy Clark Smith era um médico na cidade rural de New Haven, Vermont, que tinha ouvido falar de tantos casos de Síndrome de Lazarus que ele havia desenvolvido um caso incapacitante de taphephobia. Não só ele estava preocupado com o fato de ele poder enviar seus pacientes para um túmulo precoce, mas ele ficou preocupado com o fato de que ele também fosse vítima de alguém com menos experiência do que ele e que poderia fazer o diagnóstico errado, enviando-o para o cemitério para um enterro prematuro.


À medida que o Dr. Smith ficava cada vez mais obcecado com o despertar em um caixão, ele começou a criar um túmulo especial, que o deixaria sinalizar para a superfície apenas no caso de ter sido enterrado acidentalmente. Parece um pouco mais do que exagero, mas quando você considera quantas pessoas foram sepultadas acidentalmente graças à Síndrome de Lazarus, você provavelmente também gastaria um bom dinheiro para um caixão especial.



Uma das teorias médicas mais comuns sobre a causa da síndrome de Lazarus envolve um "acúmulo de pressão na cavidade torácica como resultado da ressuscitação cardiopulmonar". Uma vez que a pressão no tórax diminui, o coração tem espaço para expandir, o que pode desencadear impulsos elétricos e reiniciar os batimentos cardíacos. Em outras palavras, o coração basicamente se revolve de volta à vida, e em um momento em que os corpos, provavelmente, fossem enterrados rapidamente, sem embalsamamento, não havia dúvidas de que alguém pudesse acordar em seu caixão.

Muitos dos caixões de segurança patenteados durante o século 18 e 19 envolveram sinos, interruptores e, claro, a inusitada janela do caixão de Timothy Clark Smiths. Na verdade, acredita-se que a frase "salvo pela gongo" foi concebida, graças a esses tipos de engenhocas.



No Halloween de 1893, o inevitável abraço da morte veio para Timothy Clark Smith, enquanto estava em sua casa em Middlebury, Vermont. De acordo com seus desejos finais, o filho de Smith viajou de Iowa para supervisionar a construção do túmulo elaborado de seu pai. Smith tinha um jazigo com uma passagem secreta, que dava para uma outra sala onde estava enterrado o corpo de sua esposa. Ele ainda tinha uma pequena escadaria que levaria de um túmulo para o outro e para fora do jazigo. Você sabe, apenas por precaução. Acima, foi colocada uma pedra de granito e sobre a pedra, foi fixada uma janela de 14 polegadas, ligada a um poço de cimento de seis pés de profundidade, que levava ao rosto de Timothy, dentro do caixão.



A sepultura do Dr. Smith pode ser encontrada no Evergreen Cemetery em New Haven, Vermont e continua exatamente como foi construída, há mais de cem anos. O estranho lugar de repouso é muito mais alto do que os túmulos vizinhos, para abrir espaço para o longo túnel que se estende para dentro do caixão, onde o corpo de Smith ainda se encontra hoje. Como podemos perceber, ele nunca acordou, mas isso não significa que ele não tenha voltado para uma visita ou duas, desde então.


De acordo com os moradores da cidade, o Cemitério Evergreen é assombrado, e o túmulo do Dr. Timothy Clark Smith está no centro de algumas das suas atividades mais estranhas. Muitos que visitaram o cemitério durante a noite afirmam ter visto uma luz verde vívida emanar debaixo do espesso vidro da janela de Smith, apenas para desaparecer nas profundezas ao se aproximar do túmulo. Outros insistem dizer que, ao  olharem pela janela, viram um rosto, muito vivo, olhando para eles.



Quem visita New Haven, pode perguntar a alguns moradores se alguma vez ouviram lendas interessantes sobre o túmulo de Timothy Clark Smith e seus contos não decepcionam. O mais assustador envolveu um grupo de crianças que decidiram testar uma das lendas mais antigas da sepultura, apenas para correr gritando do cemitério.

Em meados dos anos 90, uma das lendas urbanas mais difundidas, que girava em torno do misterioso túmulo do Evergreen Cemetery, tinha a ver com bater três vezes no vidro à meia-noite. Se for feito corretamente, o bom médico apareceria.


"Alguns amigos e eu nos dirigimos para lá uma noite para testar a sepultura", conta um homem chamado Bill. "Esperamos" até a meia-noite, como deveria, e meu amigo Rob deu três batidas boas no vidro com o punho. No minuto seguinte, ouvimos esses horríveis gritos sob o vidro - nos assustamos com nossas malditas mentes".



Bill e seus amigos fugiram do cemitério às pressas. Essa foi a última vez em que eles foram "brincar no túmulo".

Para a sorte de amantes de histórias mórbidas, você ainda pode visitar o túmulo de Timothy Clark Smith hoje, e se você for corajoso o suficiente, dê uma olhada no caixão sombrio lá embaixo. Infelizmente, o vidro está bastante embaçado por condensação da umidade e mofo, mas se você visitar a noite com uma lanterna de alta potência, há uma ótima chance de ver o corpo decomposto do Dr. Smith olhando para você.

Compartilhe no Google Plus


Sobre Luciana Costa

Blogueira, escritora e life coach. Autodidata aplicada, amo psicologia e filosofia. Gosto de mistérios e curiosidades em geral. Esse blog é parte do que mais gosto de descobrir: os mistérios do mundo.

0 comentários:

Postar um comentário